automedicacao

Anti-inflamatórios e sal nos exercícios

Não tem jeito, como Médico do Esporte e Cardiologista sou obrigado a comentar os crescentes usos e abusos da automedicação indiscriminada de anti-inflamatórios analgésicos (exemplo ADVIL®, VOLTAREM®) e os famosos biscoitos salgados, durante treinos e principalmente nas populares provas de rua. A intenção é nobre, não sentir dor muscular ou das articulações quando correr. Aí é que mora o problema, na boa fé dos esportistas e até de atletas rodados, que viram verdadeiras bombas relógio para a lesão muscular, dos tendões e das articulações dos tornozelos e dos joelhos, que ocorrerá mais dia menos dia, só pelo uso de anti-inflamatórios sem prescrição médica. A dor é um alerta genial da natureza avisando de que algo ruim está acontecendo, aboli-la é deixar de saber que se iniciou uma distensão muscular ou tendinite ou artrite que irá piorar com a continuidade do exercício.

Vamos aos fatos, mesmo sabendo que é uma medicação com efeitos colaterais sérios e apenas um médico pode prescrevê-la, virou moda tomar o anti-inflamatório no início de uma corrida. Arriscam a saúde a médio e longo prazo e até a vida com essa automedicação totalmente contraindicada nessas condições.

Os anti-inflamatórios, nas suas três formulações mais comuns: esteroides ou hormonais como a cortisona, não esteroides e os coxcibs estes liberados alguns e proibidos outros são substâncias que agem no tratamento de lesões inflamatórias ortopédicas, ginecológicas e outras. São ainda estudados os sérios e graves efeitos colaterais em vários órgãos como estômago, fígado, rins, coração e todo aparelho cardiovascular, do pleno conhecimento do médico que os evita quando existem riscos.

Lembrem-se uma pequena lesão muscular, sem dor pela automedicação não impedindo a continuidade do exercício, poderá acabar na piora da lesão, deixando sequelas graves. O coração e todo aparelho cardiovascular com frequencia, reage com arritmias, hipertensão arterial e até lesões isquêmicas (angina ou infarto). O fígado e os rins poderão se lesionar e desenvolver cirrose e uremia.

Outra mania detectada ultimamente entre corredores é a ingestão de comprimidos de sal ou consumo de biscoitos salgados para uma possível reposição do Sódio e do Potássio. Fazer isso sem nenhum controle laboratorial prévio ou orientação médica, poderá resultar em hipertensão arterial severa, com grande risco de derrame cerebral ou de infarto do miocárdio.

DICAS

1- NUNCA se automedique, principalmente para dores ou outros sintomas. Pare e procure um médico.
2- NUNCA consuma comprimidos de sal, biscoitos de sal para repor perdas salinas numa prova ou treino. Pode piorar os níveis de pressão arterial.
3- SEMPRE procure saber se você pode utilizar de isotônicos para essas reposições. Existem contraindicações médicas bem definidas para hipertensos, diabéticos, gestantes e crianças.
4- SEMPRE consulte um médico do esporte para suas dúvidas clinicas e de medicação e um nutricionista nas dúvidas alimentares e de suplementação.
5- CANSOU? …então PARE!

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia
Colaboração: Nabil Ghorayeb
Cardiologista e médico do esporte